Carta 01 - O cavaleiro ou a amazona - Por Tânia Durão

O cavaleiro (01) não recua diante de um obstáculo (02) , ele sai da zona de conforto e vai em busca de novos rumos, (03), conta com a própria estrutura e não perde o seu equilíbrio interno (04).

Ele segue a diante, certo do seu crescimento e da sua prosperidade (05). Tem consciência de suas inquietações e expectativas (06), procura enfrentar os medos (07), mas não perde a oportunidade de aprender novas lições, de transformar velhas crenças (08), porque ele sabe que a vida é uma renovação constante. Por isso ele sente alegria (09), motivação, ânimo e prazer em viver.

Quando necessário, ele abre mão, ele rompe (10) com o que está velho e não serve mais. Ele se esforça e usa o seu poder pessoal (11) em busca das suas metas e dos seus ideias. É uma pessoa de fé, tem paciência, sabe esperar, pois acredita que tudo tem o momento certo de acontecer (12). 

É flexível, aceita as novidades (13), é esperto e atento (14) as oportunidades que a vida oferece. Ele sabe usar seu instinto (15) e usa as garras e os dentes para farejar as suas conquistas. 

Confia muito na própria intuição, sabe que nunca está sozinho, que pode contar com a proteção divina, através dos seus mentores espirituais (16). Aos poucos ele explora a própria percepção e amplia a sensibilidade.

O cavaleiro se adapta as situações e não se desespera quando, de repente, uma surpresa, uma mudança inesperada (17) surge sem avisar, ele parte logo para o plano B, pois está focado no presente.

Ele sempre escuta um amigo, pois pode confiar em sua lealdade  e seu apoio (18), mas não perde a oportunidade de silenciar a mente, de elevar o pensamento, de fazer uma meditação ou oração (19) para se autoconhecer e compreender os acontecimentos em seu destino. 

Ele está sempre disposto a se divertir, a passear, a ter momentos de lazer (20) com a família, com os amigos e com sua parceira, por maior que seja a dificuldade (21) que esteja enfrentando em sua vida. Mesmo assim ele prossegue, por acreditar que os caminhos estão sempre abertos (22), mesmo que ele encontre o cansaço, o desgaste e o aborrecimento (23). 

O cavaleiro tem um bom coração, tem afeto (24) a oferecer e gosta de construir relações (25) saudáveis por onde passa. 

Ele procura saber das coisas, por isso se mantem informado (26) e gosta de uma boa conversa (27) como os amigos (28) e se diverte com a leveza das amigas (29).  

Ele busca a serenidade e a harmonia (30) para ter êxito (31) em tudo na vida, mesmo que a correnteza das emoções (32) o façam oscilar. No fundo ele sabe que a saída (33) para as suas questões está na profundidade (34) do contato que faz consigo mesmo e sempre encontra as respostas dentro de si mesmo.

Ele segue seguro de si, pois tem a firmeza (35) de que trilha o  melhor caminho em sua evolução. 

Por isso ele se sente um vencedor (36)!!!