Combinação: 27+21 = A crítica.

Muitas pessoas gostam de criticar para se sentirem as donas da razão, projetam a sua verdade, como se fosse a única, querem impor as suas próprias convicções, a qualquer preço e, algumas vezes, desrespeitam a liberdade do outro. Pessoas críticas, sem perceber, querem se sentir superiores.  

Pessoas muito críticas, que gostam de demonstrar a sua autoridade, que gostam de fazer cobranças e estão sempre acusando, se expressam de uma forma bem pesada. Na maioria das vezes, tornam a comunicação inviável. Pessoas assim não se dão conta de que esse comportamento pode levar o afastamento de pessoas que gostam dela. 



A montanha (21) pode ser um limitador ou um impedimento para o fluxo espontâneo de uma conversa (27).

Por traz de uma crítica sempre há um julgamento. E por traz de um julgamento sempre há uma opinião. Lembre-se disso.

Veja, a opinião (certo ou errado) leva ao julgamento que leva a crítica e que, por sua vez, leva a condenação. Não dá para ser um juiz implacável a todo instante, né? 

Entenda que a crítica é, somente, a opinião do outro. Nada mais. 

Você se importa com a opinião dos outros? Você fica mal se alguém diz que você está gorda ou feia? Fica feliz se alguém diz que você está magra, linda e com a pele bonita? Você costuma pedir a opinião das pessoas? Você dá importância ao que o outro diz? Faça uma autoanálise e descubra o grau de importância que você dá à opinião alheia. 

Cada vez que você se importa com a opinião do outro, você "dá poder" ao outro, ele fica grande e você fica se sentindo frágil ou inadequado, além de "ficar preso" a opinião do outro. Aprenda a ouvir e selecione o que realmente é importante para você. Aprenda a sentir o que te faz bem e o que não te faz. Aprenda a selecionar. 



Não fique preso ao que o outro diz, não se torne um refém da opinião alheia. Assuma a responsabilidade das suas escolhas. Isso se chama autonomia...e liberdade.

E você? Como você constrói o seu julgamento? De que forma você expressa a sua opinião? Gosta de esbravejar a sua verdade? Você sente a necessidade de se sentir superior? Não julgue, apenas se perceba. 

Se você é uma pessoa crítica, inflexível ou autoritária, aprenda a ouvir o outro, aprenda a aceitar as diferenças, aprenda a respeitar a opinião alheia (eu disse respeitar). Isso vai te poupar muita energia. Exercite o relaxamento e a paz. Isso vai te trazer leveza. 


Dedico este post a NB pela sua trajetória com as críticas, pela sua transformação interna e pelo seu crescimento como ser humano.