Sobre Oraculistas - Por Ramona Torres

Autora: Ramona Torres

Sobre Oraculistas
Oraculistas são pessoas que usam um oráculo, para fazerem o papel de intérpretes e conselheiros. Estas pessoas são em geral, extremamente estudiosas e dedicadas à simbologia arquetípica inerente ao Oraculo utilizado.

O percurso necessário para que se alcance a adivinhação é bem mais complexo que o estereótipo típico. Na verdade, as previsões são apenas uma pequena parte do trabalho realizado.
Este é o papel que os oraculistas irão também desempenhar ao comunicarem a linguagem simbólica, extremamente importante, que será sempre adequado à situação do cliente. Irá consistir na interpretação da vida do cliente através do oráculo.
Inúmeras pessoas procuram sensitivos e afins, em busca de previsões, quando elas têm resoluções a serem tomadas e novidades são esperadas. Em determinados momentos da vida, principalmente naqueles que apresentam transição e oferecem modificações, quando a angústia cresce e as dúvidas nos envolvem, sugestões e orientações adequadas, sempre são bem-vindas.
Preparar o futuro é bem mais abrangente do que simplesmente prevê-lo, pois consiste em ter a sensibilidade de ver ainda além do que é possível prever. É determinar como a previsão se encaixa na circunstância de cada consulente, é ajudá-lo a compreender não apenas o que vem, mas também como operacionalizar, com clareza e diplomacia.
Oráculos existem há milhares de anos entre povos de diversas etnias e culturas diferentes. Na maior parte dos povos que deram origem às grandes civilizações encontramos a presença de alguma forma de oráculo.
Na antiguidade, quando as pessoas buscavam o conselho do oráculo, elas tinham em mente que estavam na presença de alguém muito importante, de muito respeito, pois o oraculista era aquele fazia a intermediação entre ele (o buscador) e Deus. Sim, Deus, ou os deuses – principalmente os do destino.
Com o passar dos séculos outras artes divinatórias foram sendo criadas (ou reveladas), formando outros tipos de sistemas oraculares. Embora, as antigas artes continuaram a ser praticadas. Os oráculos funcionam sim, e também como forma de autoconhecimento. Os oraculistas estão aí para lhe fornecer um pequeno mapa que auxiliará no seu crescimento, e sim, lhe auxiliará também no seu percurso. Fica muito mais fácil caminharmos quando as luzes estão acesas e nossos olhos estão abertos, mesmo que a luz esteja fraca, ao menos temos uma noção.
Sendo assim, nós os oraculistas estamos aqui para sermos pontes. Ponte entre você e você mesmo. Entre você e o Ser que há em você. Entre você e aquilo que está porvir. Entre você e o desconhecido – a verdadeira realidade.
Tudo se inicia na mente, somos exatamente aquilo que pensamos e o mundo a nossa volta é exatamente como somos por dentro e alinhando a mente, renovando seus registros, formatando-a com pensamentos positivos e alinhados, podemos compreender as orientações das Divindades.
Costumo dizer que, ao oferecer uma consulta, é interessante que o oraculista exerça um papel educativo, além daquilo que normalmente já se espera deste profissional. Faço esta afirmação com base em minha experiência de atendimentos, e por notar o quanto algumas pessoas contam apenas com uma ideia superficial do sentido da arte oracular.

Nota de Tânia Durão: um belo texto de Ramona Torres. E muito esclarecedor sobre o verdadeiro papel de um oraculista. Apenas coloquei em negrito o que mais me chamou a atenção.