Carta 30 - Lírios - A empatia.

Tenho visto muita "apatia" nas redes sociais, tenho visto muita (e às vezes total) indiferença pela dor do outro. Honestamente, fico chocada com a insensibilidade e com a frieza de algumas pessoas. O desinteresse afasta as pessoas e impossibilita a construção de novos elos. 

Como cartomante e terapeuta ouço muitas (muitas) queixas de solidão, de pessoas que apresentam dificuldade em se relacionar, que se desconectaram dos outros, que não sabem mais criar pontes para chegar até o outro, desaprenderam a estabelecer conexões com o outro. Posso sentir a dor dessas pessoas e meu coração se enche de compaixão. 

Mas hoje quero escrever sobre a empatia e, principalmente, sobre a capacidade de se importar

Empatia significa a capacidade de entender a emoção do outro. A empatia faz com que nos coloquemos no lugar do outro, para que possamos compreender o outro, para que possamos sentir e respeitar o sentimento do outro.  

Esta tarefa não é tão árdua assim. Basta largar a arma do julgamento e preconceito. Apenas tente se colocar no lugar do outro. Apenas tente ouvir o outro (sem interromper). Apenas tente sentir o outro. Isso aproxima as pessoas. Isso cria vínculos e constrói bons relacionamentos. 


Você se importa com o planeta e com o nível de poluição? 

Você se importa com a ecologia, com a flora e a fauna?

Você se importa quando um animal é privado de sua liberdade para ser visto em um zoológico? Ou quando sofre violência para servir de atração turística?  

Você se importa quando uma floresta está em chamas? 

Você se importa com a evolução da humanidade?

Você se importa quando um jovem sofre um acidente de carro, sem julgar os motivos?

Você se importa quando uma mulher é vítima de abuso psicológico, físico ou sexual?

Você se importa quando um gay sofre pelo preconceito dos homofóbicos? Acredite, muitos apanham até a morte. 


Você se importa quando um ser humano sofre por ser negro ou quando é chamado de macaco?

Você se importa quando um idoso é abandonado?

Você se importa quando um amigo está doente ou passando por uma fase difícil?



Você se importa quando vê um morador de rua sentindo fome...ou frio...ou sede?

Você se importa quando uma criança sofre maus-tratos?

Você se importa com um refugiado?



Você realmente se importa? Qual a sua ação? Qual a sua atitude?

Se você respondeu sim a algumas das perguntas acima, você tem empatia. Você entende o outro. Você sente a dor do outro. 

A partir da empatia podemos ser mais generosos, por isso lancei a campanha dos lírios, para que a gentileza e a generosidade possam ser vividas. Você pode fazer a sua parte. É bom ser lembrado por uma boa ação. 

A propósito, você já fez a sua boa ação hoje? 

Caso você tenha respondido não a algumas das perguntas acima e caso você queira desenvolver a empatia, procure "ouvir" mais a história do outro, procure se imaginar passando por aquela situação, procure sentir mais. É possível se sensibilizar. É possível construir relações saudáveis. 

http://pt.slideshare.net/CorSilva/empatia-a-habilidade-fundamental-para-os-novos-tempos-54803766

Você prefere ser uma pessoa apática ou empática? Qual a sua escolha?